Capa do 1º volume de The Witcher (Fonte; Reprodução)
Capa do 1º volume de The Witcher (Fonte; Reprodução)

O universo de The Witcher é vasto, com vários romances e que gerou minisséries e três jogos. Por esse motivo, parece que levaria algum tempo para cobrir todas as histórias do mundo do continente na nova série da Netflix. Mas o que realmente acontece, é que levará mais tempo do que o esperado pelos fãs, diferente de outras adaptações que condensam até 2 ou 3 livros em uma única temporada.

Em uma entrevista ao Comicbook, o produtor executivo Tomek Bagiński revelou que a primeira temporada da série da Netflix cobre apenas uma parte do primeiro livro da saga do bruxo Geralt.

“Na verdade, os livros eram muito mais fontes do que poderiam caber em oito episódios”, disse Bagiński, “então temos que ter muito, muito cuidado com a escolha de quais histórias queremos contar. E Lauren (S. Hissrich, showrunner), fez um ótimo trabalho. Não apenas escolhendo as histórias certas para contar a história de Geralt, mas também dando algumas informações para Yennefer e Ciri“- completou.

Bagiński continuou explicando como o programa expandiria o mundo e se concentraria nas histórias de Yennefer e Ciri: “O objetivo sempre foi [contar] uma história maior. Uma história maior surge primeiro com a saga, e a saga não é apenas sobre Geralt e seus amigos, também é sobre Yennefer, é também sobre Ciri, e sabemos que temos que construir esses personagens antes.”

Para quem ainda não conhece, The Witcher possui uma série de livros – contos -, e romances, totalizando 10 volumes, com os independentes. The Witcher traz Henry Cavill como Geralt de Rivia, Anya Chalotra como Yennefer de Vengerberg, Freya Allan como Ciri e Joey Batey como Jaskier.