The Flash (Fonte: Reprodução)
The Flash (Fonte: Reprodução)

Novos comentários feitos pelo showrunner de The Flash, Eric Wallace, mostram que, apesar do aparente sacrifício de Oliver Queen (Stephen Amell) para “salvar” Barry Allen (Grant Gustin), em Crise nas Infinitas Terras, o herói ainda perecerá.

Flash ainda não sabe sobre o acordo de seu amigo com o Monitor. Mas descobriu na estreia da 6ª temporada, nesta terça-feira (08), que a Crise que ele teme há anos está chegando cinco anos antes do previsto.

Quando o Monitor apareceu em Elseworlds no ano passado, Superman (Tyler Hoechlin) e o Arqueiro Verde deram uma olhada no Livro do Destino, o que aparentemente sugeria que (como nos quadrinhos) Barry Allen e Kara Zor-El (Melissa Benoist) morreriam na crise. Oliver fez um acordo com o Monitor no qual se sacrificaria para salvar o par, embora os detalhes ainda não estejam claros.

Crise acabou sendo a melhor coisa que poderia ter acontecido com The Flash. Porque criou um imediatismo para as coisas”, disse Wallace após uma exibição da estreia da temporada. “Sabemos que em 10 de dezembro de 2019, Flash morrerá. Não estamos brincando”.

Enquanto vários meios de comunicação que estavam lá interpretaram a citação de Wallace literalmente (entendendo que o showrunner está dizendo que Flash realmente morrerá na crise), poderia facilmente ser apenas uma premissa que ele estava usando para definir suas próximas observações:

“O Monitor aparecendo e fazendo um pronunciamento cósmico leva você a extremos, a fim de lutar contra ou aceitar a próxima Crise“, disse Wallace. “E todo episódio desta temporada é sobre ‘eu aceito a morte ou luto contra ela?'”