Disney+ (Fonte: Reprodução)
Disney+ (Fonte: Reprodução)

Com centenas de títulos disponíveis no lançamento, incluindo conteúdo da Marvel, Pixar e Star Wars, o preço de US$ 6,99 da Disney+ pode ser apenas temporário. Sendo assim, o streaming da Disney pode chegar ao Brasil já custando muito mais do que se previa.

“Eles não podem sobreviver por US$ 6,99”, disse Jeffrey Cole, diretor do Centro Annenberg para o Futuro Digital da USC, segundo o CBR.

Embora atualmente os consumidores que verão o lançamento do streaming pontualmente possam se inscrever no Disney+ pelo preço de US$ 6,99 por mês, eles também têm a opção de se inscrever anualmente por US$ 69,99. O que pode ser uma boa pedida.

Além disso, a Disney está oferecendo um pacote que contém o modelo suportado por anúncios da Disney+, ESPN+ e Hulu por um preço combinado de US$ 12,99 ao mês. No entanto, com um custo de entrada tão baixo, só faz sentido que a Disney eventualmente precise aumentar o preço para obter lucratividade.

Quanto à forma como a Disney estabeleceu o preço introdutório, Kevin Mayer, presidente da divisão direta ao consumidor e internacional da Disney, explicou:

“Queríamos encontrar o preço certo que refletisse a qualidade do serviço e do produto. enquanto mantém algo importante na Disney, democratizando a disponibilidade do aplicativo”.

Com isso em mente, a empresa tomou sua decisão final com base em seu objetivo de atingir mais de 160 milhões de assinantes na Disney+, ESPN+ e Hulu até 2024. Com sorte, o preço não aumentará até o streaming chegar ao Brasil ou veremos um preço baixo na introdução ao mercado nacional.