Melissa McBride como Carol em The Walking Dead (Fonte: Reprodução)
Melissa McBride como Carol em The Walking Dead (Fonte: Reprodução)

O terceiro episódio da 10ª temporada de The Walking Dead, Ghosts, revelou um vício em comprimidos de Carol (Melissa McBride) enquanto ela esgotava um suprimento de pílulas de cafeína para ficar acordada para evitar um ataque de caminhantes de 49 horas.

Atormentada pela tristeza pela perda do filho Henry (Matt Lintz), assassinado por Alpha (Samantha Morton) e os Sussurradores, o estado mental já frágil de Carol é agravado pelas alucinações perturbadoras que ela agora sofre. Incluindo visões assustadoras de Henry.

Enquanto Carol passa todos os momentos de vigia obcecada por sua vingança contra Alpha (que quase obteve quando atirou na vilã durante uma reunião tensa na fronteira que marca o território dos Sussurradores, a showrunner de The Walking Dead, Angela Kang adverte que o comportamento autodestrutivo de Carol está apenas um começando.

“Para Carol, as apostas são tão altas por causa do que aconteceu com seu filho. E acho que neste episódio o que realmente estamos vendo… E Melissa McBride retrata o papel com tanta beleza… É apenas a profundidade de sua dor. E quanto ela tem escondido de todos os outros membros do grupo”, disse Kang à Entertainment Weekly.

“E isso vem borbulhando à superfície em alguns momentos realmente importantes, como quando ela está na fronteira com Alpha. Quando alguém está passando por tanta dor, e quando tem um desejo ardente de se vingar… E ela realmente quer ver Alpha pagar por seus pecados… Isso terá um grande impacto em todas as pessoas de várias maneiras”.