Michael Gandolfini (Fonte: Reprodução)
Michael Gandolfini (Fonte: Reprodução)

Michael Gandolfini, o filho de James Gandolfini, nunca tinha visto um episódio de Família Soprano. Até ele fazer um teste para interpretar uma versão mais nova do icônico personagem de seu falecido pai, Tony Soprano, no filme prequel, The Many Saints of Newark.

“A parte mais difícil de todo esse processo foi assistir ao programa pela primeira vez”, disse ele à revista Esquire. “Foi um processo intenso. Porque, como ator, eu tinha que assistir esse cara que criou o papel, para procurar por maneirismos, voz, todas essas coisas que eu teria que ecoar”.

Mas tudo o que ele viu foi seu pai, que tentou convencê-lo a trabalhar com qualquer outra coisa qualquer outra coisa, especialmente esportes, ao invés de se tornar um ator, até sua morte prematura em 2013.

Na entrevista, o jovem Gandolfini ainda cita os dois momentos de seu pai na série que mais mexeram com ele durante seus estudos, que acabaram por ser também seu primeiro contato com o show.

“Há uma cena em que Meadow chega em casa tarde da noite. E ele está sentado com uma bebida. E ele diz ‘você sabe que eu te amo, certo?’ Isso bateu forte”, disse ele. “O outro que me esmagou foi quando ele grita com AJ. E ele pede uma pizza para se desculpar. E ele se senta ao lado da cama do filho e diz: ‘Eu não poderia pedir um filho melhor’. Eu só sabia que ele estava falando para mim nessa cena”.

Você pode conferir mais abaixo a última cena descrita por Gandolfini: