Sophie Turner como Sansa Stark em Game of Thrones (Fonte: Reprodução)
Sophie Turner como Sansa Stark em Game of Thrones (Fonte: Reprodução)

A última temporada de Game of Thrones não agradou todo mundo. Logo após o penúltimo episódio, já havia uma petição online para que a HBO refizesse toda a 8ª temporada. Decerto, uma atitude pouco agradável para os envolvidos no programa.

Por isso, Sophie Turner, a atriz que viveu Sansa Stark na série fantástica resolveu se pronunciar. A moça está chamando esses espectadores por serem desrespeitosos com todos que passaram anos de suas vidas dando vida à temporada.

“Todas essas petições e coisas assim… Eu acho que é desrespeitoso com a equipe, os escritores e os cineastas que trabalharam incansavelmente ao longo de 10 anos, e por 11 meses filmando a última temporada”, disse Turner ao The New York Times. “Foram tipo ‘50 e tantas‘ noites filmando. Tantas pessoas trabalharam tanto, tão duramente… Para as pessoas simplesmente desprezarem porque não é o que elas querem ver é apenas desrespeitoso”.

Veja também: Sophie Turner, a Sansa de Game of Thrones, diz que público sentirá muita dor com fim da série

Mas mesmo não feliz com a resposta do público, ela também observou que não ficou surpresa que as pessoas se dividiram entre apoiar e odiar o final da narrativa de Westeros.

“As pessoas sempre têm uma ideia de como querem que um show termine”, admitiu Turner. “Então, quando não é do agrado deles, eles começam a falar sobre isso e se rebelam”.

Confira: O provável destino das principais personagens no final de Game of Thrones

A primeira temporada da série terminou com Ned Stark, interpretado por Sean Bean, sendo decapitado sob as ordens do rei Joffrey. Com Bean, sem dúvida, sendo a maior estrela da série, foi um choque para o público. A esse respeito, Turner lembrou ao público que surpresas chocantes têm sido um marco da série ao longo de suas oito temporadas.

“O que Game of Thrones sempre foi incrível é o fato de que sempre houve reviravoltas. Desde a primeira temporada com a decapitação de Ned”, a atriz apontou. “Então Daenerys se tornando uma espécie de Rainha Louca não deveria ser uma coisa tão negativa para os fãs. É um choque, com certeza. Mas acho que é só porque não foi do jeito deles”.

Crítica: Game of Thrones – 8ª temporada