The Mandalorian (Fonte: Reprodução)
The Mandalorian (Fonte: Reprodução)

Para coincidir com o lançamento do serviço de streaming Disney+, The Mandalorian estreou, dando ao mundo a primeira série live-action de Star Wars e estabelecendo uma nova era para narrativas em forma de série na Lucasfilm.

O show apresenta muitos conceitos novos para os fãs, explorando o mundo frequentemente ignorado dos caçadores de recompensa em grandes detalhes. Contudo, o programa também contém vários easter-eggs que os fãs de longa data de Star Wars certamente acharão fascinantes.

Algumas dessas referências são pequenos detalhes superficiais e divertidos para os fãs entenderem. Mas outros oferecem um conteúdo muito mais interessante. Confira os easter-eggs da estreia de The Mandalorian.

Especial de Natal

Dois easter-eggs no início da estreia de The Mandalorian contêm referências a um dos capítulos mais criticados da história de Star Wars: o Star Wars Holiday Special. A mais óbvia das duas referências ocorre logo no início, quando as recompensas do mandaloriano (Pedro Pascal) esperam voltar para casa no Dia da Vida, um feriado que foi introduzido no The Holiday Special e foi comemorado por Chewbacca e sua família.

Uma referência mais sutil vem na forma da arma pontiaguda do mandaloriano. Essa arma foi vista pela primeira vez no segmento animado do The Holiday Special, empunhado por Boba Fett em sua primeira aparição. Presumivelmente, esta arma é de origem mandaloriana, uma vez que não vimos um não mandaloriano empunhar essa arma em particular antes ou depois.

Estas são as primeiras referências significativas ao especial de Natal desde que Boba Fett apareceu em O Império Contra-Ataca.

O “barqueiro”

Quando o mandaloriano espera cruzar o gelo até sua nave, ele pede a um “barqueiro” que traga um landspeeder. O barqueiro, com sua indumentária preta e capuz escuro, é uma referência deliberada ao Informante Imperial de Uma Nova Esperança, que guia os Storm Troopers até C-3PO e R2-D2 em Mos Eisley.

O “porteiro”

O “porteiro” é outra referência a uma personagem vista em Tatooine. Mas desta vez em O Retorno de Jedi. Quando o mandaloriano visita o Cliente (Werner Herzog), ele é recebido na porta por um droide mecânico que se parece com um globo ocular no final de um braço mecânico. Essa máquina em particular é idêntica à que foi vista pela primeira vez na porta de Jabba no início de o Retorno de Jedi, que interrogou C-3PO e R2-D2 após a chegada deles.

Aversão aos droides

Durante o piloto, aprendemos que o mandaloriano não é um verdadeiro fã de droides. Ele se recusa a usar um landspeeder que tinha um droide. Mais tarde, ele expressa uma aversão intensa ao dróide IG-11 antes mesmo de conhecê-lo. No entanto, enquanto no primeiro caso o mandaloriano se recusa completamente a ficar perto do droide, no último caso, os dois acabam formando uma breve parceria para coletar a carga do Cliente.

Esse preconceito em relação aos droides é uma reminiscência do mesmo preconceito observado em toda a franquia Star Wars. Mas mais notavelmente em Uma Nova Esperança e Han Solo: Uma História Star Wars. O último destaca o barman na Cant Eis Mosley, proclamando em voz alta que eles não servem droides.

É claro que é importante reconhecer que a aparência e a existência do IG-11 na série também são uma referência ao IG-88, um dos muitos caçadores de recompensas contratados por Darth Vader para perseguir Han Solo em O Império Contra-Ataca.

A vingança é um prato melhor servido quente

Salacious B. Crumb é um pequeno macaco Kowakian, uma adição semi-icônica ao universo Star Wars que ocorreu em O Retorno de Jedi, onde ele serve como animal de estimação pessoal de Jabba, the Hutt. Se você esperava ver outra aparição do bom e velho Salacious B. Crumb, o mandaloriano pode trazer o suficiente para você.

Logo no início, vemos um macaco Kowakian assando no espeto sobre uma fogueira, com outro olhando horrorizado enquanto aguarda seu destino. Essa alusão pode oferecer aos fãs de Guerra nas Estrelas uma dose de satisfação, já que muitos fãs esperavam poder assar aquele pequeno boneco depois que ele continuava gargalhando durante as crises de sadismo de Jabba.

Congelamento em carbonita

O mandaloriano preserva suas recompensas através do congelamento de carbonita na série, carregando muitos em sua nave para coletar suas Recompensas da Guilda em massa. Presumivelmente, isso é para que ele não precise viajar para cada recompensa separadamente, desperdiçando combustível.

Obviamente, o mandaloriano não é o primeiro caçador de recompensas na armadura mandaloriana a transportar um prisioneiro congelado de carbonita. Famosamente, Boba Fett trouxe Han Solo para Jabba the Hutt dessa maneira, depois que Darth Vader ordenou que Solo fosse congelado em carbonita. No entanto, na época, eles não sabiam se os prisioneiros sobreviveriam ao processo. Presumivelmente, após a famosa transferência de Han Solo, outros caçadores de recompensas continuaram a prática.

Transições clássicas

Muitos fãs que esperam que o primeiro episódio mostre uma câmera panorâmica do espaço para um planeta após os créditos iniciais ficarão decepcionados. Esta clássica escolha cinematográfica de Guerra nas Estrelas não aparece no primeiro episódio de The Mandalorian. No entanto, outra técnica clássica de edição aparece: a transição wipe.

As transições wipe clássicas de Guerra nas Estrelas são usadas, oferecendo um link visual para filmes anteriores da franquia. Isso é feito principalmente para fazer a transição do espaço para a superfície dos planetas que o mandaloriano visita ao longo de sua jornada, bem como para a transição para as viagens espaciais. É uma coisa pequena, mas esse senso de continuidade realmente oferece uma sensação real de conexão com as produções anteriores de Star Wars.

O MAIOR dos easte-eggs

Decerto, o maior easter-egg de todo o primeiro episódio chega no fim. O episódio gira em torno do mandaloriano em busca de alguma carga enigmática; um alvo que muitos morreram para capturar, vivo ou morto. Essa carga está viva há 50 anos, mas mal ultrapassou a infância: é um bebê membro da espécie de Yoda.

Até o momento, vimos apenas dois membros das espécies de Yoda: Yoda e Yaddle, que aparecere no Conselho Jedi em A Ameaça Fantasma. Enquanto outros apareceram no universo expandido, este é o terceiro membro desta espécie que aparece em live-action. Esta espécie ainda não tem nome oficial e é coloquialmente chamada “espécie de Yoda”.

O bebê de 50 anos também confirma que sua fisiologia permite que eles tenham um ciclo de crescimento prolongado e lento, o que explica parcialmente por que Yoda viveu até a idade avançada de 900 anos. Sabemos pouco sobre a espécie de Yoda, portanto, talvez o mandaloriano introduza conhecimento vital para compreender melhor o que está acontecendo com essa espécie enigmática mais antiga.