The Walking Dead (Fonte: Reprodução)

The Walking Dead começou mais como um show de terror do que qualquer outra coisa, já que os zumbis eram o foco principal quando a série estreou. Porém, o programa da AMC foi se voltando mais para a ação, conforme os próprios humanos foram se tornando os vilões.

Certamente não foi uma má ideia. Afinal, tivemos algumas ótimas cenas de luta nessa mudança de estilo. O protagonista original, Rick Grimes (Andrew Lincoln) foi o mais visto nessas sequências. Mas ele não foi o único, já que a maioria das outras personagens importantes também tiveram os seus.

Aproveite esse hiato de mid-season da 10ª temporada de The Walking Dead para relembrar as melhores cenas de luta da série:

Adeus, Siddiq

Menos como ação, mas por ainda balançar nossos sentimentos, Siddiq (Avi Nash) encontrando seu fim nas mãos de Dante (Juan Javier Cardenas) precisava estar na lista. Os Sussurradores já eram considerados uma grande ameaça, por isso foi chocante quando descobrimos que Dante era um deles.

Em seu último flashback, Siddiq voltou ao celeiro onde Alpha (Samantha Morton) cortou a cabeça de seus amigos, e ele percebeu que Dante era o traidor. Uma briga se seguiu, quando Siddiq tentou pegar uma arma, mas foi interceptado por Dante. Os homens lutaram por um tempo antes que Dante pudesse dominar e estrangular Siddiq até a morte.

Indo na jugular

Nós vimos Rick ir contra os Reivindicadores antes. Mas essa cena se destaca por Rick conseguir criar um garrote e sufocar um Reivindicador até a morte. Além disso, o momento culminou no fim do grupo rival.

Quando Rick, Michonne (Danai Gurira) e Carl (Chandler Riggs) foram cercados pelos Reivindicadores, e Daryl (Norman Reedus) também foi dominado, o líder dominou Rick e riu de sua eminente derrota. Mas Rick se livrou e venceu a luta quando cravou os dentes na garganta do homem e arrancou sua jugular.

Perseguição de Rick e Negan

Rick e Negan (Jeffrey Dean Morgan) tiveram uma briga climática no final da 8ª temporada. Mas essa foi mais intensa, pois ambos se contiveram por causa de Carl. No início da temporada, eles tiveram toda uma sequência de perseguições acompanhada por um confronto.

Negan foi surpreendido pela intenção assassina de Rick, que empunhava uma Lucille pegando fogo na esperança de espancar Negan até a morte da mesma forma que este fez com seus amigos. A luta foi intensificada por uma horda de caminhantes que cercava os dois.

Rick, o ditador

Rick sempre foi um sujeito bastante esquelético na aparência, e a maioria daria o benefício da dúvida a favor de Pete (Corey Brill), considerando que o sujeito era grande. No entanto, Pete não estava preparado para as habilidades de luta que Rick possuía.

Os briga aconteceu sem restrições, enquanto ambos chutavam e arranhavam toda a casa antes de voarem pela janela. Nesse ponto, vimos Rick cancelar a democracia, instaurando a Ricktatorship.

Negan mata o traidor

Um bom braço direito é o que todo líder precisa, e Negan percebeu que ele não tinha um quando descobriu que Simon (Steven Ogg) pretendia matá-lo e tomar seu lugar. Ao invés de acabar com Simon com o uso de seus capangas, Negan deu a ele a chance de lutar até a morte, um a um.

Porém, isso não fez diferença. Depois de colocar um esforço animado inicialmente, Simon percebeu o motivo de todos temerem Negan. O líder dos Salvadores frustou todas as tentativas ofensivas de Simon. Negan fez Simon bater e se contorcer no chão enquanto estrangulava o traidor até a morte.

Carol e os Lobos

Os Lobos mexeram com o povo errado quando atacaram Alexandria. Eles foram superados dentro de Alexandria quando Carol (Melissa McBride) vestiu um traje para se disfarçar e matou a maioria dos lobos enquanto agia como um deles.

Morgan nocauteia Carol

Essa foi uma luta muito boa, e uma que mostrou as diferentes mentalidades que as personagens carregavam enquanto Carol tentava matar Morgan (Lennie James) para chegar ao líder dos Lobos que ele estava abrigando.

Morgan provou ser forte demais para Carol quando a luta terminou com Morgan desencadeando sua raiva reprimida, levantando Carol e jogando-a com força no chão, nocauteando-a.

O fim do Governador

O Governador (David Morrissey) levou um tanque até a prisão para explodi-la. Após matar Hershel, cortando sua cabeça. a batalha que encerraria a guerra começou quando todos todos pegaram seus rifles e começaram a disparar.

O foco estava em Rick e no Governador, que quase sufocou Rick; até Michonne fazer sua entrada e levar sua katana direto ao coração do Governador. Não foi bonito… Mas com certeza foi satisfatório assistir quando a batalha finalmente se transformou em caos.

Daryl enfrenta Beta

Essa foi facilmente a cena de luta mais criativa exibida em The Walking Dead, protagonizada pelos pesos pesados Daryl e Beta (Ryan Hurst). A 9ª temporada se mostrou uma das melhores com a chegada da showrunner Angela Kang.

O uso criativo de fumaça e espelhos estava em exibição quando vimos a aparência incerta do canteiro de obras sendo usada, enquanto uma personagens procuravam emboscar a outra. Daryl conseguiu vencer ao empurrar Beta no poço de um elevador.

O fim da Terminus

A maior de todas as lutas foi quando Rick e seu grupo conseguiram escapar das pessoas na Terminus. Começou com Carol lançando um ataque do lado de fora, antes de Rick se libertar e matar os açougueiros, transformando-os em zumbis quando Terminus começou a cair.

Carol se infiltrou e levou um dos líderes de Terminus dolorosamente ao ser comido vivo pelos zumbis, enquanto o resto dos heróis fazia estratégias para apreender o armamento e demolir a Terminus exatamente quando os caminhantes invadissem o local. Assim, finalmente derrubaram a Terminus.