Andrew Lincoln como Rick Grimes em The Walking Dead (Fonte: Reprodução)
Andrew Lincoln como Rick Grimes em The Walking Dead (Fonte: Reprodução)

Existem poucas personagens no mundo da televisão tão amados e durões quanto Rick Grimes (Andrew Lincoln) de The Walking Dead. O xerife que procura sua família no meio do apocalipse zumbi já viu mais do que seu parte de carnificina e morte arbitrária nos anos desde que acordou do coma para um mundo virado de cabeça para baixo.

Enquanto outras personagens hesitam em sujar as mãos, Rick oscila entre ser moralmente honesto e um selvagem absoluto. E esta lista se concentrará nas dez coisas mais brutais e selvagens que Rick Grimes fez na série!

TOMAS E ANDREW

3ª temporada, episódio 2: SICK

Rick já havia provado sangue duas vezes antes desse momento tenso na prisão. Mas essa foi a primeira vez na série que Rick tirou uma vida sem uma ameaça direta à sua. Momentos depois de matar uma sala cheia de caminhantes com a ajuda dos detentos da prisão que seu grupo ocupava, Rick faz um julgamento e usa seu facão para dividir a cabeça do preso Tomas no meio.

Claro, Tomas tentou direcionar um caminhante para matar nosso xerife favorito. Mas talvez eles pudessem ter discutido isso? Rick então prende Andrew, desarmado, do lado de fora, com um punhado de caminhantes. É a primeira vez que Rick flerta com a selvageria total e estava longe de ser a última.

Você vai me fazer contar?

8ª temporada, episódio 1: MERCY

A abertura da 8ª temporada (e o 100º episódioda série) contou com uma quantidade enorme de retornos e referências a eventos anteriores do programa. Mas uma das mais eficazes é a tática de intimidação de Rick nos portões do Santuário. Com os exércitos do Reino, Hilltop e Alexandria nas costas, Rick e companhia chegam à base de Negan e exigem a rendição de seu líder.

Quando Negan, previsivelmente, se recusa, Rick puxa um retorno de chamada para a abertura da 7ª temporada, na qual Negan deu Rick à contagem de dez para cortar o braço de Carl. “Você realmente vai me fazer contar? Ok.”, diz Rick. No entanto, ao contrário de Negan, Rick só conta até sete antes que ele e os exércitos abram fogo.

A ditadura Rick Grimes

2ª temporada, episódio 13: BESIDE THE DYING FIRE

Nas duas primeiras temporadas do programa, Rick foi apenas mais um membro de sua equipe. Sua visão como policial levou o grupo a situações difíceis. Mas ele não tentou assumir o papel de líder em nenhuma capacidade oficial. Mas tudo mudou no final da segunda temporada, quando Rick pronunciou a agora famosa frase: “Isso não é mais uma democracia”.

Depois de perder os membros de seu partido, a fazenda que eles chamavam de lar e executar Shane, Rick decide que o grupo não tem a capacidade de sobreviver sem um líder. Então ele assume esse papel e estabelece a ditadura. Embora ele seja um grande líder, vê-lo assumir o papel sem questionar é mais assustador do que triunfante.

Executando Negan

6ª temporada, episódio 13: THE SAME BOAT

Este é facilmente um dos melhores episódios da 6ª temporada. É um momento claustrofóbico, com Maggie e Carol nas garras de um grupo de Salvadores, destacando as semelhanças entre os dois grupos antes de seu conflito inevitável.

]Durante todo o episódio, Carol é forçada a se reconciliar com o fato de que ela eventualmente terá que matar todos os Salvadores no complexo em que está presa. Mas é seu encontro com Rick no final do episódio que a coloca no limite, quando ele brutalmente executa um Salvador que afirma ser Negan. O assassinato tem um efeito profundo em Carol, que tenta deixar a comunidade antes que a guerra comece, para que ela possa evitar mais mortes.

Lidando com Pete

5ª temporada, episódio 16: CONQUER

Enquanto Alexandrino, Pete Andrews estava longe de ser o pior inimigo que Rick já enfrentou. Portanto é difícil argumentar sobre o porquê de ele ter sido executado. Ele bateu na esposa e no filho, estava bêbado e acidentalmente matou Reg em um acesso de raiva. Mesmo assim, é inegavelmente perturbador assistir Rick, coberto de tripas, matá-lo tão passivamente.

Nada em seu rosto sugere nem uma pitada de remorso sobre o ato, e é justamente neste momento que o recém-pacificado Morgan chega a Alexandria e se reúne com ele. A tão esperada reunião que ocorre apenas momentos após o assassinato leva à ideia de que os métodos de Rick para lidar com os problemas estão ficando fora de controle; uma lição que ele não aprende até ficar cara a cara com Negan durante o final da temporada seguinte.

Não posso voltar atrás, Bob!

5ª temporada, episódio 7: Crossed

Esta cena é a definição de exagero. Rick não apenas atropela o malvado policial Bob com seu próprio carro de polícia, como também atira na cabeça dele quando Bob começa a implorar por misericórdia, terminando o assassinato com um irritado: “Cale a boca”.

Ainda mais perturbador do que Rick matar tão passivamente, é o fato de ele pronunciar a frase “Não posso voltar atrás, Bob”, quando o policial implora por sua vida. É a mesma frase que Gareth falou para Bob Stookey no Terminus, e ouvi-la sair da boca do nosso protagonista certamente causa arrepios na espinha.

A palavra de um homem ainda tem que significar alguma coisa

8ª temporada, episódio 14: STILL GOTTA MEAN SOMETHING

Duas vezes na 8ª temporada, Rick acaba em uma situação em que ele poderia poupar a vida dos Salvadores. Primeiro, é quando ele e Daryl atacam um único sobrevivente para obter informações, sob a promessa de que o pouparão. Daryl o executa sem questionar uma vez que eles obtêm as informações de que precisam. No entanto, isso não cai bem para Rick.

Já no final da temporada, Morgan e o xerife são mantidos em cativeiro por outro grupo de Salvadores e Rick faz um acordo semelhante com eles. Ele lhes dá sua palavra, porque “A palavra de um homem… ainda tem que significar alguma coisa”. Contudo, ele e Morgan matam todos com facilidade e Rick é forçado a se reconciliar com o fato de que ele está exagerando no número de vidas que está tirando.

Shane

2ª temporada, episódio 12: BETTER ANGELS

Durante toda a 2ª temporada, Shane tem dúvidas sobre a eficácia de Rick como pai, líder e marido. Ele não acha que Rick fará o que é necessário para proteger aqueles que ama e fica convencido de que ele deve tomar o lugar de Rick. Então ele o leva a uma clareira com a intenção de matá-lo. Rick finge sinceridade, dizendo a Shane que eles podem resolver seus problemas…

Antes de esfaqueá-lo no estômago! O que é realmente chocante sobre esse evento são as várias maneiras pelas quais Rick começa a se colocar no lugar de Shane. Após esse momento, Rick tem muito menos receio de matar, e seus meios brutais de manter seus entes queridos em segurança começam a parecer cada vez mais o que Shane faria nessas situações.

UM MACHETE COM UM PUNHO VERMELHO

5ª temporada, episódio 3: FOUR WALLS AND A ROOF

O começo da 5ª temporada, No Sanctuary, estava repleto de ação e destruição. Mas facilmente um dos melhores momentos foi a promessa que Rick fez ao canibal Gareth. Enquanto os sádicos Terminites levam outros viajantes a poucos metros de distância, Rick olha Gareth e descreve o conteúdo de uma bolsa que ele deixou na floresta, incluindo um facão vermelho. “É isso que eu vou usar para matar você”, ele promete.

Alguns episódios depois, ele cumpre essa promessa, aprisionando os Terminites em uma igreja e brutalmente executando cada um deles. Gareth encontra o facão vermelho de perto em um massacre que até perturba alguns dos aliados mais próximos de Rick.

Rick “vira” um caminhante

4ª temporada, episódio 16: A

Rick fez algumas coisas desagradáveis na série. Mas tudo some quando é comparado com seu método de despachar Joe e seu capanga no final da 4ª temporada. Apanhados indefesos pelos Reivindicadores, Rick, Michonne e Carl parecem estar perto de sua morte.

Isso, é claro, até Rick soltar seu caminahnte interior e dar uma grande mordida no pescoço de Joe. Os Reivindicadores eram pessoas horríveis. Mas a brutalidade absoluta de Rick Grimes é de cair o queixo. Especialmente porque ele segue isso matando o Reivindicador tentando profanar Carl, esfaqueando-o vinte e uma vezes (sim, nós contamos).