Elisabeth Moss como June em The Handmaid's Tale (Fonte: Reprodução)
Elisabeth Moss como June em The Handmaid's Tale (Fonte: Reprodução)

Estamos próximos da estreia da nova temporada de The Handmaid’s Tale, série que mostra um futuro distópico, onde os Estados Unidos se transforma em um país completamente dominado pelo fanatismo religioso. Posteriormente passando a ser chamado de chamado de Gilead.

O governo atual se aproveita do fato de a maioria das mulheres ter pedido a possibilidade de ter filhos, para escravizar sexualmente as únicas mulheres férteis que restam, chamando-as de Aias.

A estreia da terceira temporada série do Hulu, está marcada para o próximo dia 5 de junho nos Estados Unidos. Nós preparamos uma lista com o que podemos esperar do novo ano de The Handmaid’s Tale.

The Handmaid's Tale (Fonte: Reprodução)

A revolução de June

Qualquer pessoa que acompanhou a segunda temporada da série, mais especificamente o último episódio, ficou revoltado com a decisão completamente inesperada de June Osborne (Elisabeth Moss). Mas, tal atitude nos leva a crer que podemos esperar a personagem lutando contra o sistema para tentar derrubar o atual governo de Gilead.

Parceria com Serena Joy

Durante uma grande parte da segunda temporada, podemos ver que Serena (Yvonne Strahovski) começa a perceber que tem algo de errado. A situação se torna mais visível aos olhos da mulher do comandante Fred Waterford (Joseph Fiennes), após sua visita ao Canadá. Para quem já viu os trailers do terceiro ano da série, está ciente de que teremos mudanças no comportamento e pensamento de Serena.

Ofglen e Holly no Canadá

Em uma das cenas mais chocantes do último episódio da segunda temporada, June acaba entregando Holly, sua bebê recém-nascida, para Ofglen (Alexis Bledel) fugir para o Canadá. Acreditamos que uma das maiores curiosidades dos fãs da série, é a espera para a recepção de Luke (O. T. Fagbenie), que será pego de surpresa. Além também da chegada das duas, como será que elas serão recebidas?

O que quer o comandante Lawrence?

Um dos personagens mais intrigantes da segunda temporada, é o comandante Lawrence (Bradley Whitford). O homem responsável por ajudar June e Ofglen a fugir de Gilead. O personagem se mostrou confuso e escondeu um pouco sobre sua personalidade, que em alguns momentos não passava de uma figura sombria.

Punição de June

June conseguiu a oportunidade de fugir, acabou desistindo e voltando atrás, mas sem Holly. Uma operação enorme foi montada para que ambas conseguissem fugir, mas com a desistência, June pode acabar sendo punida ao voltar para a casa de seu comandante. Nos resta esperar o que ela irá fazer para justificar o que aconteceu.

O romance de June e Nick

O romance entre June e Nick vem passando por problemas. Devido aos últimos acontecimentos e do comandante Waterford ter descoberto tudo o que acontecia entre os dois. Inclusive o fato de o rapaz ser o verdadeiro pai de Holly. Mas os dois prometem continuar se ajudando para lutar contra o fogo.

Podemos dizer que teremos mais uma temporada incrível da série baseada no romance homônimo de Margaret Atwood. Afinal, The Handmaid’s Tale sempre surpreendeu o público. Além de os fatos listados, podemos esperar que June irá lutar com todas as forças para tentar derrubar o sistema.

Confira o trailer da terceira temporada: