Spin-off de The Walking Dead, ainda sem nome, ganhou um trailer na New York Comic-Con (Fonte: Reprodução)
Spin-off de The Walking Dead, ainda sem nome, ganhou um trailer na New York Comic-Con (Fonte: Reprodução)

O mais novo spin-off de The Walking Dead está adicionando um novo tom ao famoso universo apocalíptico, contando uma história de amadurecimento na era dos zumbis.

O primeiro trailer da série, que ainda não se sabe quando será divulgado publicamente, foi mostrado na New York Comic-Con.

Sobre o que será o spin-off?

Situado uma década após o início do apocalipse, ele contará a história de um grupo de jovens que crescem em uma cidade protegida. Assim, esses jovens sobreviventes viveram uma vida relativamente moderna, com luxos e normalidade relativos, comparados aos outros sobreviventes da franquia.

“São crianças que cresceram em um local seguro”, explicou Scott M. Gimple, diretor de conteúdo do The Walking Dead Universe. “Eles cresceram no apocalipse. Eles conheciam os caminhantes. Mas não interagiam com eles”.

Os personagens desta série nem chamam os mortos-vivos de “caminhantes”. Ao invés disso, eles os chamam de “vazios”.

A série se concentrará em um quarteto de adolescentes que optam por deixar sua cidade e encontrar a dureza da realidade. Encarar a verdade terá seus momentos cômicos (que prevaleceram no trailer, segundo o CBR), o que certamente deve ser um choque para as personagens principais.

Amadurecimento

“Há um aspecto de busca nesse programa”, disse Gimple. “Eles estão indo para algum lugar e precisam sair deste local de segurança para se colocarem em uma posição onde não estiveram. Eles precisam lutar pela sobrevivência e pelo que acreditam. É uma história diferente no mundo de The Walking Dead”.

“Eu adorei histórias sobre amadurecimento como Conta Comigo“, explicou o showrunner Matt Negrete. “Ao invés de ficar coberto de sanguessugas, você tem caminhantes rastejando por todo o lado. Você estará olhando o apocalipse de uma perspectiva mais jovem. Quando você tem essa idade, tudo se torna mais real e cru. Estamos expandindo a mitologia e introduzindo um novo canto do universo”

O criador e mentor da franquia, Robert Kirkman, trouxe comentários próximos aos de Negrete:

“O universo de The Walking Dead é um universo enorme. Isso está expandindo-o da melhor maneira possível. Há muitos cantos e recantos sendo trazidos à luz. Adoro a ideia dessa nova geração. Eles estão trazendo um novo sangue vital para este mundo”.

Novas personagens

Esse novo sangue vital inclui Iris (Aliyah Rosale), que lidera o grupo.

“Ela é uma pessoa extremamente inteligente, amorosa e gentil”, disse Rosale. “Ela é uma cuidadora que garante que amigos e familiares sejam atendidos”.

Por outro lado, a personagem de Alexa Mansour, Hope, traz uma visão mais pessimista e endurecida.

“Ela vive hoje. Porque não sabe o que o amanhã traz”, disse Mansour. “Ela é o oposto de Iris. Ela odeia autoridade e não parece muito inteligente”.

O fanático por zumbis Nicholas Cantu interpreta, talvez, a personagem mais eclética, como Elton, “intelectualmente curioso”. “Ele é uma velha alma sábia que quer pesquisar o mundo”, disse ele.

Completando o grupo está o solitário Silas (Hal Cumpston).

“Silas é um tímido e solitário na comunidade que está construindo”, explicou Cumpston. “Ele indo nessa jornada é um novo começo.”

Finalizando o elenco estão Annet Mahendru como Huck, e Nico Tortorello como Felix.

A série é criada por Scott Gimple, Robert Kirkman e Matt Negrete, que atuará como o showrunner do spin off na temporada de dez episódios. O piloto será dirigido por Jordan Vogt-Roberts. A série, ainda sem título, deve estrear em 2020.