The Walking Dead está experienciando quedas na audiência. Cada vez menos drásticas, é verdade. Contudo, os recordes continuam maiores. Ou seja, a audiência é cada vez menor. E pode ser que a renovação trazida por Angela Kang não resolva a questão.

Muito da audiência caiu após a chegada de Negan. Mas isso não é culpa da personagem de Jeffrey Dean Morgan. Acontece que isso culminou com a saída de Glenn (Steven Yeun), um favorito dos fãs. E muitos não se recuperaram até hoje.

A saída de Maggie (Lauren Cohan) também não foi nada fácil para os fãs. Tanto que de tempos em tempos reascendem os rumores de sua volta. E apesar da despedida de Rick (Andrew Lincoln) ser temporária, afinal ele voltará com um trilogia de filmes da franquia, Carl (Chandler Riggs) deu seu adeus definitivo.

É claro que a série perdeu diversas personagens importantes ao longo dos anos. Decerto, essa sempre foi uma lógica explícita da série. Mas parece que algumas perdas tem sido demais para o programa. E o futuro assusta os fãs.

Quem pode sair de The Walking Dead?

Michonne (Danai Gurira) pode estar de saída. Além disso, Ezekiel (Khary Payton) é cotado para deixar o programa. Isso não é novidade para os fãs. Mas agora o rumor é que Christian Serratos, que interpreta Rosita na série de zumbis da AMC, também possa estar dando adeus.

Serratos pode dar vida para Selena, uma personagem de uma futura série homônima da Netflix. Segundo o The Hollywood Reporter, caso ela aceite a liderança da série biográfica da cantora Selena Quintanilla-Pérez, sua agenda ficaria apertada para continuar em TWD.

Rosita pode não ser uma das grandes favoritas do fãs. Afinal, são muitas personagens na série. Mas ela é querida pelo público. E seu arco envolve ao menos outras três personagens do programa. Certamente sua falta seria sentida. Ainda mais se somada as baixas já ocorridas ou que possivelmente podem acontecer.

Troca de showrunner

A renovação proposta por Angela Kang deu um novo frescor para a série. Fãs de longa data que estejam menos apegados aos rostos do programa e mais ao que pode ser a trama como um todo são os maiores beneficiados.

A AMC não é boba e deve ter percebido que ela não conseguiria segurar todas as suas protagonistas para sempre. Mas a queda de audiência deu caráter de urgência para uma manobra que deveria ter sido feita com mais calma.

Dessa forma, a série segue para o seu décimo ano e, se o público cada vez mais a abandona, fica difícil enxergar uma nova leva chegar com força o suficiente para provar que os planos da AMC de fazer a série durar por muitos anos ainda funcione.

Vale lembrar que as HQs nas quais o programa é (quase que vagamente) baseado chegaram ao fim recentemente. E a falta de material base parece ter atrapalhado bastante o trabalho dos roteiristas de Game of Thrones, por exemplo.

Para os fãs da franquia, independente de quem esteja nela ou não, resta acreditar que as novas apostas, que parecem estar criando um universo compartilhado de The Walking Dead, possa manter o fôlego do programa que, mesmo sendo um dos mais assistidos, está perdendo cada vez mais força. E isso nunca foi um sinal para nenhum programa de TV.