The Mandalorian (Fonte: Reprodução)
The Mandalorian (Fonte: Reprodução)

O quinto episódio de The Mandalorian explorou o fan service, já que The Gunslinger levou os fãs de Star Wars de volta para Tatooine. Vimos lugares como a Mos Eisley Cantina, a taberna decadente de Uma Nova Esperança; os dois sóis do planeta que Luke Skywalker olhava tantas vezes e, finalmente, Toro Calican (Jake Cannavale) basicamente sendo um aspirante a Han Solo.

Mas enquanto é uma viagem nostálgica, há um enorme easter-egg que a série deixou passar, que teria se encaixado perfeitamente no programa: o Sarlacc Pit, onde Boba Fett morreu.

Este poço Sarlacc ficou famoso em O Retorno de Jedi, em 1983, quando Jabba the Hutt levou Luke Skywalker para lá, para ser executado nas dunas arenosas do planeta. Mas o que vimos foi uma rebelião em grande escala no deserto, quando Luke, Leia e companhia lutavam por sua liberdade, o que acabou terminando com Leia sufocando Jabba até a morte. No meio do tumulto, Boba Fett caiu no poço, onde ele seria digerido lentamente por mil anos. Enquanto Legends o fez sobreviver, no cânone da Disney, isso não aconteceu.

É por isso que esse local seria um pit stop brilhante (sem trocadilhos) para o mandaloriano de Pedro Pascal. Não aproveitando a oportunidade, o programa perde uma homenagem que não seria apenas um momento de fanboy, na verdade teria acrescentado muito mais nuances à narrativa em questão.

Não seria surpresa descobrir que Boba Fett era uma lenda na cultura mandaloriana. Então, mando poderia ter chegado lá por um momento sentimental, para homenagear alguém que abriu o caminho para o tipo de personagem-título ter uma reputação para sua cultura como ferozes caçadores de recompensa. O que também explicaria como uma técnica que estava sendo testada, o congelamento em carbonita, está sendo usada em larga escala pelo protagonista do show.