Crise nas Infinitas Terras (Fonte: Reprodução)
Crise nas Infinitas Terras (Fonte: Reprodução)

Crise nas Infinitas Terras, da CW, certamente atraiu fãs de toda a DC Comics. Se inspirando na icônica saga das HQs e trazendo personagens até mesmo das séries DC fora da CW, o crossover também aproveitou para homenagear o cinema. Além de referenciar Homem de Aço e trazer um Bruce Wayne semelhante ao interpretado por Ben Affleck, o show homenageou por completo Batman vs Superman: A Origem da Justiça.

Tudo começa na Terra-99, com o Bruce Wayne de Kevin Conroy, revelando-se um herói enlouquecido. Ele matou um bando de vilões além do próprio Superman em uma briga que deixou o Cavaleiro das Trevas precisando de um exoesqueleto robótico para caminhar, semelhante ao usado pela personagem na icônica HQ O Reino do Amanhã.

Batman vs Superman

Kevin Conroy como Bruce Wayne em Crise nas Infinitas Terras (Fonte: CW)

O Bruce mais velho finalmente tenta atacar Supergirl com Kryptonita, apenas para Kate Kane salvar Kara do Homem-Morcego, que é eletrocutado e morre. Na sequência deste confronto chocante, porém, é hora de esquecer tudo sobre as histórias de Batman vs Superman, porque a CW provocou oficialmente outra disputa.

Quando Kate tenta argumentar com Bruce, fica claro que ele se perdeu e quebrou sua regra de não matar depois de ver vários membros da família perecerem nas mãos de seus inimigos, incluindo Kate, que ele acredita ser ingênua demais por tentar permanecer do lado bom por muito tempo. Quando ela morreu, ele continuou sua cruzada, cínico como sempre, o que causou uma briga entre ele e Clark Kent.

“Estranho visitante de outro planeta vem à Terra com poderes e habilidades muito além daqueles dos homens mortais?” Bruce disse. “Clark. Clark sempre dizia sim a alguém com um distintivo ou uma bandeira. Ele dava muito poder a eles. Meus pais me ensinaram uma lição muito diferente: a vida só faz sentido se você força-la a fazer”.

O Cavaleiro das Trevas reitera que Kal-El da Terra-99 era um deus e escoteiro em quem não se podia confiar, porque se ele se tornasse desonesto, o mundo inteiro desmoronaria a seus pés. É por isso que ele matou seu ex-colega e, ao ver Kara chegar à mansão Wayne, ele tenta se livrar dela também.

“Uma pequena lembrança de sua antiga cidade natal”, explicou ele, enquanto Kate protegia Kara com seu corpo. “A Kate que eu conhecia não confiava em ninguém, muito menos em uma kryptoniana”. Mas quando seu exoesqueleto é quebrado no meio da luta, Bruce é eletrocutado até a morte, deixando um aviso paraa Kate: “Kate, me escute. Não há esperança”.

Batwoman vs Supergirl

A morte de Bruce claramente abalou Kate. Mas ela logo descobre que é a Paragon da Coragem. Com essa responsabilidade em seus ombros, Kara a procura para confortá-la com o fardo. Enquanto elas tentam encontrar esperança para seguir em frente, Kate percebe um problema.

Kara deixa claro que quer encontrar uma maneira de usar o Livro do Destino para trazer a Terra-38 e Argo de volta. Contudo, Kate lembra que o Monitor disse que isso não era uma opção; as repercussões seriam terríveis e poderiam prejudicar ainda mais o Multiverso. Mas Supergirl é inflexível. Ela diz que isso é algo que ela tem que tentar, e não dará ouvido para alguém que tenha trazido Lex Luthor de volta à vida.

Kate aceitou a imposição do Monitor. Mas Kara não aceitou. Quando Kara vai embora, Kate mostra que ela pegou um pedaço de kryptonita de Bruce. Ela olha pensativa para Supergirl, mostrando que percebeu, assim como Bruce, que os kryptonianos podem se tornar um perigo.

A atitude de Batwoman é completamente compreensível. Quando chega o momento da verdade, quando Kate diz a Kara que ela poderia condenar todos com suas ações egoístas, é um teste para as duas personagens. Batwoman a adverte contra o uso do Livro, mas Kara pergunta se ela poderia detê-la.

“Você ficaria surpresa”, responde Kate.

Assim, Batwoman lutou pelo bem maior, enfrentando a Mulher de Aço verbalmente (por hora). Mas no ato final do episódio, quando Kate oferece a ela a kryptonita como uma oferta de paz, apenas para Kara dizer que ela deve mantê-la, revelando que acredita que Kate não a usaria. Mas esse pode ser o primeiro passo para um desdobramento trágico.