The Walking Dead (Fonte: Reprodução)
The Walking Dead (Fonte: Reprodução)

Durante Ghosts, o terceiro episódio da 10ª temporada de The Walking Dead, Alexandria é atingida por onda após onda de caminhantes. Alguns vêm do norte e outros do sul. E enquanto os alexandrinos originalmente pensam que isso é culpa de Alpha e os Sussurradores, Lydia os corrige: se Alpha quisesse atacar, enviaria sua horda de uma só vez e acabaria com eles. Ela não enviaria pequenos grupos apenas para desgastá-los. Como Eugene aponta, isso significa que os caminhantes provavelmente foram todos atraídos pelo satélite que caiu do céu na estreia da temporada.

Ainda assim, não importa a fonte, os caminhantes precisam ser retirados. Aaron é enviado para quebrar a onda sul. Em suas instruções iniciais, Michonne diz que Aaron deve levar “tropas”. Isso dá a Aaron uma desculpa para prender uma estrela da manhã no braço protético. Infelizmente, depois de lutar por dias, todo mundo está exausto. Então, Gabriel se encarrega de fazer o casamenteiro e sugere que Aaron pegue uma das poucas pessoas que não estão matando caminhantes: Negan.

Não é preciso dizer que nem Aaron nem Negan estão entusiasmados com a ideia. Negan está preocupado com o fato de Aaron poder perder a cabeça com ele. A reação de Gabriel a essa preocupaçãoé dizer: “É Aaron, ele é um santo”. Enquanto isso, como vimos no episódio de estreia, Aaron não está mais se sentindo tão santo. E em sua mente, o inimigo público número um ainda é Negan.

Então, quando o par sai sozinho, a dinâmica dele é imediatamente aparente. Negan é dado apenas um pedaço de pau para matar os caminhantes, e quando ele encontra um pé-de-cabra de metal brilhante que fará um trabalho muito melhor, Aaron se recusa a deixá-lo usar. Então, quando Negan tenta ter um momento sério com ele, Aaron interrompe e exige que Negan, sozinho, elimine os caminhantes que estão vindo em seu caminho, porque eles estão do lado de Negan.

Quando Negan usa o pé de cabra contra os caminhantes novamente, Aaron exige que ele se amarre para que Aaron possa levá-lo de volta para Alexandria. Enquanto Negan fica emocionado em retornar à segurança da comunidade, ele se recusa a se amarrar. Aaron o ameaça por sua desobediência. Mas, ao invés de golpeá-lo, Aaron o empurra. Sim, Aaron derruba Negan.

Negan está pasmo com a imaturidade e a dupla se envolve em uma guerra de palavras. Ambos dizem coisas significativas sobre os outro, que não agradam. Basicamente, a primeira DR do casal. Então, quando mais caminhantes atacam Aaron, Negan foge.

Aaron descontroladamente vai atrás dele. Ah, o amor. Ele tropeça em uma casa e encontra com dois caminhantes. Os movimentos de Aaron são erráticos. Mas ele consegue eliminar um. Negan (chegando como um cavaleiro de branco) derruba o outro com seu pé de cabra. Aaron chama o nome de Negan no escuro e ele responde. Então Aaron confessa que não pode ver. Acontece que Negan sabe a causa. As flores que crescem fora dos caminhantes causam erupções cutâneas e cegueira. Às vezes a cegueira é permanente.

Aaron ficou assustado. Então Negan cuida dele, dando-lhe água e colocando-o no sofá. Então ele vigia a noite. Felizmente, de manhã, a visão de Aaron voltou. É um desenvolvimento que Negan também aprova. O arco da dupla no episódio se desenrola como uma comédia romântica; antagonismo seguido de apreciação e talvez até algum carinho.

Além disso, eles chegam a ser fofos juntos. Os sentimentos positivos de Aaron e Negan um pelo outro se aprofundarão em episódios futuros?