La Casa de Papel, ELite e Vis a Vis estão ganhando sucesso mundial (Fonte: Montagem/Reprodução)
La Casa de Papel, ELite e Vis a Vis estão ganhando sucesso mundial (Fonte: Montagem/Reprodução)

Executivos da HBO, Netflix, Amazon e Movistar+ se juntaram ao co-criador de Elite, Darío Madrona, e subiram ao palco para responder perguntas sobre o Impacto Global das Séries Espanholas. Decerto, o evento foi inspirado pelo sucesso de La Casa de Papel, Vis a Vis e Elite. Aqui estão, brevemente, as cinco sugestões apontadas por eles, segundo a Variety:

Espanha primeiro

La Casa de Papel Parte 3 foi assistido por 34.355.956 contas da Netflix nos primeiros sete dias, após um lançamento global em 19 de julho. De acordo com um estudo da Parrot Analytics (a mesma empresa que mostrou que The Boys fez mais sucesso que as séries da Marvel na Netflix), a 2ª temporada de Elite, lançada em 6 de setembro, era mais popular nos EUA do que na Espanha. Dito isto, todos os operadores insistiram que suas séries originais em espanhol sejam feitas principalmente para o mercado doméstico. Madrona foi ainda mais longe: “O truque é conseguir satisfazer o espectador mais importante; eu mesmo”.

Novos talentos

Haverá mercado suficiente para as plataformas de streaming globais já estabelecidas e as que chegarão ao mercado? Ao certo, ninguém sabe. Mas a batalha pelo sucesso será travada por talentos. Na Netflix, Diego Avalos, diretor de conteúdo original da Espanha, confirmou que nos próximos meses a gigante do streaming anunciará “novos talentos e novos formatos” e que está desenvolvendo “programas focados em novos talentos”. E não apenas na Espanha. Mas também na América Latina, América e outros países europeus. “Nós, como indústria, temos que pensar na próxima geração”, disse ele.

Escala

Nesta sexta-feira (20), a Telefonica e a Atresmedia revelaram um novo empreendimento de distribuição de produção 50/50, com o objetivo de permitir a expansão em ambas as frentes. A escala parece ser cada vez mais importante. No painel deste sábado (21), Susana Herreras, chefe de desenvolvimento da Movistar+, entusiasmou-se com a segunda temporada de Praga, ainda a maior oscilação da unidade de TV paga da Telefonica em valores de produção e telas grandes. “Trata-se de amor, história e tudo o que contribui para uma boa TV”

A Amazon Prime Video Espanha embarcou na série Inés da Minha Alma, em parceria com a RTVE e a Chilevision. “É a série mais ambiciosa de qualquer mercado. Acho que veremos mais desses tipos de coproduções no futuro, o que nos permitirá ser mais ambiciosos”, disse Ricardo Cabornero, responsável pelas aquisições de conteúdo da Amazon Prime Video Espanha.

Marca

Em uma nova era de concorrência intensificada entre streamings, “uma grande questão é a credibilidade das marcas. Há muito conteúdo. As marcas devem ser requintadas ”, disse Miguel Salvat, editor de conteúdo original da HBO España. A produção original personaliza o Movistar+, afirmou o presidente Sergio Oslé.

Originalidade

Outra questão abordada foi a originalidade. Se uma série não for um título de peso, é melhor que seja original. O vencedor da Canneseries, Perfect Life é “muito diferente”, disse Herreras. O objetivo da HBO é “fornecer um ponto de vista único e diferente para abordar temas estabelecidos”, disse Salvat, da HBO.