Emilia Clarke como Daenerys Targaryen e Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Reprodução)
Emilia Clarke como Daenerys Targaryen e Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Reprodução)

Certamente você sabe que Game of Thrones é uma série inspirada em livros. Mais precisamente, As Crônicas de Gelo e Fogo, de George RR Martin. E por mais que o autor já tenha dito estar triste com a série, até onde sabemos o final do programa será muito próximo do que ele preparou para os livros.

Portanto, o episódio desse domingo (12) pode ter dado todo um novo significado para Gelo e Fogo! Normalmente associado com Jon Snow, as teorias sobre o nome da coletânea de livros que formam As Crônicas não são poucas.

Na série, já foi revelado algo que os leitores especulavam há muito tempo: Jon é na verdade filho de Rhaegar Targaryen com Lyanna Stark. Logo, seria filho de uma personagem associada com o frio nortenho e outra com o calor da Antiga Valíria. Sendo, assim, o próprio Gelo e Fogo.

Outra possibilidade, como Jon passa todo seu tempo em Winterfell, na Patrulha da Noite e Além da Muralha, este representaria apenas Gelo, tendo sido criado por Ned Stark. Então, Daenerys Targaryen chegaria em Westeros para personificar Fogo. Com a mesma lógica, também há quem acredite que Gelo e Fogo poderia ser um filho dos dois.

Também especulada é a possibilidade de Gelo e Fogo se referirem ao possível embate final dos livros. Com os White Walkers trazendo o inverno de encontro aos dragões de Dany. Essa é uma das poucas teorias que não envolvem Jon Snow. Mas segundo a série, esta pode ser a mais próxima de estar certa.

As ameaças de Gelo e Fogo

Pergunte para qualquer leitor quem é o protagonista de As Crônicas de Gelo e Fogo. Essa é uma boa forma de causar uma confusão mental que poderia se demorar por horas. Com tantas personagens em interessantes e intrínsecas jornadas sendo narradas por seus próprios pontos de vista, é difícil bater o martelo e escolher de fato quem guia a história.

Porém, há um ponto que culmina toda ação de todas as tramas. Esta é Westeros, diversas vezes objetificada pelo Trono de Ferro. Seja por querer protegê-lo ou dominá-lo, o continente é a primeira potência que gera todas as futuras ações de cada personagem da série e dos livros.

Se ele puder ser considerado o protagonista da trama, Gelo e Fogo podem ser as ameaças finais que ele deverá enfrentar para continuar existindo. Nesse caso, Gelo de fato seriam os White Walkers, a grande ameaça que vem do norte. Ao mesmo tempo, Daenerys seria Fogo, a grande ameaça que vem do leste.

Ambas estas já aconteceram anteriormente. Possivelmente, como sugerem algumas profecias, os mortos foram impedidos de chegar aos Sete Reinos por Azor Ahai, na primeira empreitada sulista dos White Walkers. Já no caso dos Targaryen, o continente não conseguiu lidar com a chegada de Aegon, o Conquistador, também pelo leste. O que resultou em uma frágil união, que normalmente se desenvolveu mais pelo poderio militar do que pela democracia.

Seja como for, teremos que esperar até o próximo domingo, ou mesmo até o próximo livro, para podermos ter respostas. Até, continuamos a fazer o que mais gostamos: teorizar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here